Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Jovem entra em coma em avião quando era levada para Rio Branco


A jovem Francisca Fabiola Lima da Silva, de 18 anos, entrou em coma dentro de um avião do Tratamento Fora de Domicílio (TFD), na segunda-feira (3), quando era transferida do Hospital de Feijó, no interior do Acre para a capital acreana. A estudante deu entrada no Hospital de Urgência e Emergência (Huerb) em Rio Branco e foi diagnosticada, na terça (4), com meningite.
Ao G1, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou, por meio da assessoria, que não poderia dar informações sobre o caso. O TFD também afirmou que não tinha conhecimento sobre a situação e que não poderia comentar.
A irmã de Fabíola, Vládia Lima, de 32 anos, contou que a jovem passou mal e estava no hospital de Feijó, quando precisou ser transferida para a capital. Ela afirmou que assim que o avião decolou a irmã precisou ser entubada e já entrou em coma.
"Quando chegamos em Rio Branco, ela foi direto para a sala de emergência, recebeu atendimento e foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huerb. Inicialmente a suspeita é que ela estava com púrpura, mas o diagnóstico que saiu na terça [4], indicou que ela está com meningite. Os médicos disseram que ela não tem muitas chances, mas acreditamos em Deus", contou Vládia.
Todos os familiares e pessoas que tiveram contato com a jovem tiveram que ser medicados, já que a doença é contagiosa, segundo informou a irmã de Fabíola. Ela contou que um outro irmão também está internado, mas não há confirmação se trata-se da mesma doença.
O marido de Fabíola, Francineldo Gomes, de 24 anos, contou que a jovem começou a sentir dores no corpo na manhã de domingo (2), mas, inicialmente, não pensaram que se tratava de algo grave. Já pela parte da noite, o quadro de Fabíola piorou e começaram a aparecer manchas roxas pelo corpo.
"Levamos ela no hospital de Feijó, foi medicada e voltamos para casa. Mas, ela foi só piorando, e quando começou a desmaiar, vomitar e ficar com manchas, voltamos para o hospital e já pedimos a transferência para a capital. Foi tudo muito rápido. Ela estava normal e era uma pessoa saudável", disse o marido.
fonte g1.globo.com

Nenhum comentário: