joaoregotk@hotmail.com

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Vereador de Tarauacá Carlos da Saúde vai a Rio Branco discutir devolução do estádio Naborzão

O Vereador e Presidente da Câmara de Tarauacá Carlos Tadeu (PCdoB), viajou para Rio Branco com uma missão designada pelos desportistas do município. Carlos foi tentar conversar com os deputados estaduais sobre a questão da devolução do Estádio Naborzão para a LTD. O Estádio foi repassado ao Governo do Estado pela Liga Tarauacaense de Desposto (LTD) para que pudesse passar por uma reforma custeada com recursos públicos. Sua devolução precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa. 

Nesta sexta feira (06/07), Carlos conversou com o Deputado Tarauacaense Jenilson Leite e vai procurar também o Deputado Jesus Sérgio. A ida do vereador até a capital foi decidida na última reunião com um grupo de desportistas que estão discutindo a reorganização do esporte tarauacaense.

O Deputado Jenilson disse que na próxima semana vai propor o retorno da discussão do projeto, que está parada desde novembro de 2016. “ Recebi hoje o presidente da Câmara de Tarauacá, Vereador Carlos Tadeu, para tratar sobre a devolução do estádio para a LTD. Vamos tratar desse assunto na ALEAC próxima semana. O projeto que o Estado devolve o estádio para a prefeitura estava suspenso porque pedi “vistas” até ser acordado que a prefeitura devolveria para a Liga Tarauacaense de Desportos, se não houver incompatibilidades jurídicas. O vereador Carlos Tadeu me confirma que já há esse entendimento”. disse o deputado.

Para o Vereador Carlos a conversa com o Deputado Jenilson foi proveitosa e animadora. “Estou aqui na qualidade de vereador e também de desportista que sou, para ajudar na luta pela devolução da nossa principal praça de esportes aos seus verdadeiros donos”, disse o vereador. Enquanto Carlos está em Rio Branco, um grupo de desportistas trabalha para refundação da Liga Tarauacaense de Desportos. Uns estão elaborando um novo estatuto para a entidade e para os clubes e outros cuidam das questões jurídicas.

Por: Raimundo Accioly
Postar um comentário