Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ACIDENTE ENVOLVEU 12 PESSOAS DA MESMA FAMÍLIA NA BR-364.

O velório de Clemilde Lima, de 38 anos, foi marcado por muita comoção em Cruzeiro do Sul. A mulher estava em uma Saveiro, que capotou na BR-364, próximo ao Rio Croa neste domingo (15). O carro levava 12 pessoas da mesma família e um amigo. Entre as vítimas, estavam duas crianças, de 1 e 9 anos, que saíram ilesas.
O carro, segundo familiares, estava sendo dirigido por uma irmã da vítima que havia chegado de Manaus (AM) e estava indo visitar outro irmão que mora em uma vila da região. Ao tentar fazer uma ultrapassagem, a mulher perdeu o controle e o carro capotou várias vezes. O velório ocorreu no bairro do Remanso e o enterro foi no Cemitério Morada da Paz.
A família da vítima é grande, de 14 irmãos. Um deles, o agricultor José Ferreira, de 47 anos, diz que a família estava indo para a Vila Lagoinha quando o acidente aconteceu. 
"Minha irmã que estava dirigindo mora em Manaus e veio visitar a família e decidiram ir na casa de nosso outro irmão, que mora na Lagoinha. Muito triste. Toda nossa família está destruída. Minha irmã que estava dirigindo o carro está muito chocada. Está doendo muito", disse emocionado.
No momento do acidente, 13 pessoas estavam na Saveiro. Clemilde morreu ainda no local e as outras 12 pessoas foram encaminhadas para o Hospital do Juruá em Cruzeiro do Sul. Destas, apenas duas permanecem internadas com fraturas nos braços.
O chefe da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), Valdeci Dantas, alertou novamente aos motoristas sobre o perigo de transportar pessoas nas carrocerias. "É falta de avaliar o aspecto de segurança. É o mesmo que acontece com o cinto de segurança e o capacete e as pessoas precisam entender que são itens de segurança. Transportar pessoas em compartimentos de cargas é proibido porque não há nenhuma proteção", salientou.
O acidente, apesar de ser o primeiro na região com vítima fatal, é contabilizado nas estatísticas federais, pois ocorreu na BR-364.
fonte g1.globo.com

Nenhum comentário: