Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Mais de 2,5 mil motoristas flagrados bêbados no Acre

Em 2016, nos três primeiros trimestres, a OAZ realizou 24.154 abordagens e o Batalhão de Trânsito 59.396. Ao todo, 83.550 abordagens foram realizadas na capital acreana. O número de condutores parados por embriaguez foi de 2.518; a realização de teste etilômetro somou um total de 30.430. Já os motoristas que foram abordados, e dirigiam sem serem habilitados, tanto pela Álcool Zero tanto pelo Batalhão, somaram 2.130.


Segundo o capitão, a Operação busca contribuir com a segurança de trânsito retirando condutores embriagados das ruas e também agindo na prevenção criminal, pois, em várias abordagens veículos roubados foram recuperados, armas de fogo apreendidas e foragidos da justiça com mandado de prisão foram detidos.

“Estamos fazendo nosso trabalho, cuidando da população. Mas o que atrapalha muito são os grupos de Whatsapp que informam os locais das blitzes e, achando que estão ajudando uns aos outros, prestam um desserviço à segurança no trânsito, assim como a segurança pública em geral, pois criminosos das mais diversas espé- cies se utilizam dessas informações para cometer crimes e fugir “com mais segurança” sem o risco de se deparar com a polícia”, desabafa.

Segundo um levantamento feito pela Coordenadoria de Engenharia de Trânsito, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), em 2011, cerca de 128 pessoas foram vítimas fatais de acidente de trânsito. Em 2016, após cinco anos da implementação da Operação Álcool Zero, o número de vítimas teve uma queda abrupta, 49 pessoas vieram a óbito.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o quarto país do mundo com o maior número de mortes em acidentes de trânsito por ano. O país tenta cumprir uma meta estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU): uma redução em 50%, no período 2011-2020, de casos fatais em acidentes viários.

Nenhum comentário: