Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Essa é boa, só tem crise para os trabalhadores..

Câmara de Vereadores debaterá aumento dos próprios salários até o final do ano

No último ano de mandato, os vereadores podem optar por reajustar o subsídio pago mensalmente para eles e para o prefeito. Em Rio Branco, o debate pode ocorrer até o final do ano, mas o presidente do Legislativo Municipal, Artêmio Costa (PSB) disse ser contra qualquer proposta de elevação do salário.

Artêmio explicou que a Constituição Federal prevê a elevação que pode chegar até 60% da remuneração de um deputado estadual, o que seria R$ 14 mil. Atualmente, o valor recebido todos os meses por um vereador é de R$ 12 mil.

“Com certeza vai ter um debate sobre o assunto, porque, segundo a Constituição, todo final de mandato pode ter a discussão. Agora, sou contra, porque é preciso lembrar da crise vivida pelo Brasil”, afirmou o presidente do Legislativo de Rio Branco.

O presidente da Câmara afirmou que ainda não conversou com os outros colegas ou com o prefeito Marcus Alexandre sobre o tema, mas afirmou que o gestor, que foi reeleito, recebe o mesmo salário que era pago na época em que Raimundo Angelim era chefe do Executivo, chegando a ter um valor mensal de R$ 17.620,89.

Mesmo descartando o aumento em decorrência da crise financeira no país, Artêmio explicou que a Câmara teria recursos para garantir uma provável elevação dos subsídios dos políticos.

Nenhum comentário: