Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

terça-feira, 30 de agosto de 2016

TEMER MANDA ALIADOS BOICOTAREM COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA


Nesta terça-feira 30, deputados aliados de Michel Temer faltaram mais uma vez à reunião da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle de forma a não dar quórum para a votação de 13 requerimentos e propostas de fiscalização e controle de ministérios e outras áreas do governo interino, como custo de viagens; para o presidente do colegiado, deputado Léo de Brito (PT/AC), o governo está com medo até de prestar informações ao Congresso

247 - Pela segunda vez consecutiva, a base aliada do governo interino de Michel Temer boicota a reunião ordinária da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara dos Deputados.

Nesta terça-feira 30, os deputados aliados de Temer (PSDB, PMDB, PPS, PP, PR e PV) mais uma vez faltaram à reunião de forma a não dar quórum para a votação de 13 requerimentos e propostas de fiscalização e controle de ministérios e outras áreas federais.

Ao dar início à sessão, o presidente da Comissão, Léo de Brito (PT/AC), lembrou que desde o início do governo provisório, em maio, os governistas pediram e foi aceito pela comissão não convocar ministros para falar no colegiado.

No entanto, afirmou Brito, mesmo transformando as convocações em requerimentos de esclarecimentos, os deputados da atual situação estão com medo até de prestar informação de sobre as ações da interinidade.

Léo de Brito disse que faz parte do jogo democrático o controle de ações do governo pela oposição e que a missão fiscalizadora é uma das principais funções do Parlamento. "A obstrução não é democrática", afirmou.

Dos 13 requerimentos que se acumulam para serem apreciados pela comissão, constam pedido de informações da gestão atual do Planalto e ainda uma para saber quantas viagens Michel Temer fez quando era vice da presidente Dilma e quanto custou aos cofres públicos.

Outros requerimentos boicotados estão relacionados a viagens do ministro interino das Relações Exteriores, José Serra; a decisão desse governo em suspender o Programa Brasil Alfabetizado e do Ministério da Justiça sobre o indiciamento do ex-presidente Lula e da primeira-dama Marisa Letícia, em inquérito da Lava Jato.
http://www.brasil247.com/

Nenhum comentário: