Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sábado, 27 de agosto de 2016

“Foi o PMDB que começou a guerra”, diz Major Rocha

Dentro do bom jornalismo de mão dupla, colocamos no mesmo espaço de críticas feitas ao presidente do PSDB, deputado federal Major Rocha, a sua versão sobre a briga política em Cruzeiro do Sul que o envolve, o prefeito Vagner Sales (PMDB), e os candidatos a prefeito Henrique Afonso (PSDB) e Iderlei Cordeiro (PMDB).
Se esquiva de ser o causador. Para Rocha (foto), ele apenas agiu no sentido de defender o PSDB. Acusa os dirigentes peemedebistas de tentarem esvaziar a chapa dos candidatos tucanos a vereador e cooptar os aliados do candidato Henrique Afonso (PSDB), para forçar a sua desistência.
“Neste episódio da compra dos votos dos nossos candidatos a vereador, apenas nos defendermos ao mandar gravar toda a conversa, os autores estão presos, e entramos na justiça pedindo o afastamento do prefeito Vagner Sales (PMDBV) e a cassação do registro da candidatura do Iderlei Cordeiro (PMDB)”, pontuou Rocha.
Acusa o PMDB de montar a “operação abafa o Rocha” para lhe isolar. “O PMDB nunca quis diálogo com o PSDB, sempre quis atropelar o PSDB”.
Sobre a eleição para a prefeitura de Rio Branco diz que a cúpula do PMDB nunca aceitou discutir as candidaturas a prefeito do interior, por isso não pode reclamar de sua aliança com o PR, e que não vai recuar.

Luis Carlos Moreira Jorge 

Nenhum comentário: