Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Mais de 70 gestores do Acre têm as contas rejeitadas pelo TCU e podem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa


O Presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, entregou nesta quinta-feira, 9, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, a lista de pessoas com contas julgadas irregulares na corte.

Na “lista negra” constam mais de 70 gestores do Acre que poderão ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa. Essas pessoas podem ser impedias de disputar as eleições deste ano.

Entre os nomes estão pessoas próximas ao governador do Acre, Sebastião Viana (PT), como o médico Amsterdam Sandres, que ocupou cargo de chefia na Sesacre durante o atual governo e foi secretario adjunto de Saúde no governo de Arnóbio Marques; Sebastião Wille Lopes das Neves, primo do governador, ex-assessor de Execução de Projetos, do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento – DEPASA; ex-gestores da Universidade Federal do Acre; Vando Torquarto, ex-prefeito da cidade de Tarauacá; Francimar Fernandes, ex-prefeito do município de Feijó; o ex-prefeito de Brasileia, Aldemir Lopes; o assessor especial do governo e representante do Governo do Acre em Cruzeiro do Sul, Itamar de Sá; o ex-deputado João Correa; o ex-governador Orleir Cameli; além de Nilson Areal, ex-prefeito de Sena Madureira, e o ex-prefeito de Rio Branco, Mauri Sérgio.

Cabe à Justiça Eleitoral, com base nos critérios definidos pela lei, declarar a inelegibilidade destas pessoas, caso entenda ser a medida cabível. No caso dos ex-prefeitos, é preciso também que a recomendação do Tribunal de Contas seja aprovada pela Câmara dos Vereadores da cidade.


Luciano Tavares, da redação ac24horas 

Nenhum comentário: