Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

quinta-feira, 26 de maio de 2016

TARAUACÁ - ESPECIAL: O DIA EM QUE OS TARAUACAENSES CARAS-PINTADAS FORAM PARAS AS RUAS NA LUTA POR EDUCAÇÃO SUPERIOR

Tudo começou numa sexta feira, primeiro de junho do ano de 2012, no Clube da Maçonaria em Tarauacá quando reunimos a população, autoridades locais e uma caravana do Ensino Superior e Técnico do Estado do Acre, representantes da Universidade Federal do Acre - UFAC, Governo do Acre, Instituto Federal do Acre - IFAC, Senac - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, parlamentares federais e estaduais, que aqui se juntarão aos poderes municipais e ao Movimento Popular pelo Ensino Superior e Técnico em Tarauacá.

Movimento pelo nível superior em Tarauacá
Foi o dia em que os tarauacaenses caras - pintadas foram ás ruas em defesa do ensino superior no município. O movimento histórico, foi a maior manifestação popular dos últimos tempos em nossa cidade, através da união de todos os segmentos sociais, em defesa da bandeira da educação superior e técnica em nossa cidade. 

Escolas se mobilizaram
O movimento que estava sendo preparado há cerca de 3 meses, ganhou adesão das autoridades, personalidades, instituições públicas, privadas e da sociedade que se conscientizou e se organizou em caravanas dos bairros e das escolas e foi para a manifestação.

Prefeita Marilete Vitorino falando aos presentes 
À frente da organização do movimento, está o Sinteac - Sindicato dos Trabalhadores em Educação e à Rádio Comunitária Nova Era FM, com apoio das escolas públicas, grupos de juventude, movimento sindical e comunitário, prefeitura, câmara de vereadores e todos os outros poderes e instituições públicas.

Campus do IFAC
INAUGURAÇÃO DO IFAC - Nesta sexta feira, 27 de maio de 2014, 4 anos depois, será inaugurado o Campus do Instituto Federal do Acre. Uma unidade com mais de 3.700 metros quadrados irá possibilitar a expansão da oferta de cursos técnicos e superiores para atender a regional. A sede própria do Campus Tarauacá do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre – IFAC será inaugurada nesta sexta-feira, dia 27 de maio, às 10 horas da manhã. Localizado as margens da BR – 364 a 1.800 metros da região central do município no sentido para Cruzeiro do Sul, a nova unidade de ensino irá possibilitar a ampliação de 200 para 1.300 vagas de cursos técnicos e superiores para atender a regional de Tarauacá-Envira.

Infraestrutura - O Campus Tarauacá possui 3.779,52 m² de área construída com 10 salas de aulas, um auditório com capacidade para 200 pessoas, biblioteca com acessibilidade, dois laboratórios de informática, laboratórios de línguas, biologia, química, matemática e física, além de salas administrativas como de professores, registro escolar, coordenações, direção, data center, depósitos e outras. Conforme a diretora de Obras e Infraestrutura do IFAC, Profa. Janara Alexandre da Silva Vasconcelos, parte da área externa como estacionamento, guarita e calçadas está sendo conclusa após o período chuvoso na região. Este é o primeiro campus construído pela gestão do Instituto Federal do Acre. Os campi Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira foram construídos pelo Instituto Federal do Amazonas - IFAM em contratos firmados antes de 2009, quando ainda não havia sido nomeado nenhum reitor pro tempore para o IFAC. Já o prédio do Campus Xapuri foi doado numa parceria da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado, sendo posteriormente reformado pelo IFAC para adequação da oferta de cursos técnicos e superiores. 

O terreno do Campus Tarauacá tem 77 hectares e foi doado pelo Governo do Estado do Acre. A obra foi licitada em 2013 e iniciou em 2014, com algumas pausas por causa das chuvas e da trafegabilidade para que os materiais chegassem ao local. O investimento do Governo Federal na construção foi de R$ 10.382.793,32. 

Expansão educacional

As atividades do Instituto Federal do Acre em Tarauacá iniciaram em 2013 com a oferta de cursos de formação inicial e continuada pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec. Naquele mesmo ano o Ministério da Educação autorizou o funcionamento do Campus (Portaria nº 993, de 07/10/2013). No início de 2014 a primeira oferta de cursos técnicos foi na modalidade de Educação a Distância (EaD) em um prédio alugado na região central do município.

Em 2015, após estudo sobre a necessidade de profissionais na região, foram ofertadas as primeiras turmas presenciais de cursos técnicos integrado ao médio de Agricultura e Florestas. Em consonância com os arranjos produtivos locais, a gestão do IFAC participa ativamente das proposições públicas de Ensino, Pesquisa e Extensão no município, como atividades esportivas, culturais, de acessibilidade e de organização territorial.

O Campus Tarauacá também avançou a proposição dos primeiros cursos de formação inicial e continuada nas aldeias da regional em Feijó e Tarauacá. O Pronatec-Indígena tem o acompanhamento da Fundação Nacional do Índio – Funai e organizações não-governamentais.

No início deste mês de maio, dia 09, a presidenta da República, Dilma Rousseff, fez a inauguração simbólica do Campus. A reitora do IFAC, profa. Rosana Cavalcante dos Santos e o diretor Geral da Unidade, prof. Sérgio Guimarães da Costa Flórido, estiveram em Brasília para receberem a placa que será agora descerrada nesta sexta-feira, dia 27, com a comunidade tarauacaense.


RETROSPECTIVA DA HISTÓRIA DO IFAC EM TARAUACÁ.


Agosto de 2011 presidenta Dilma anuncia a criação do IFAC em Tarauacá
IFAC EM TARAUACÁ - A presidente Dilma Roussef, anunciou a criação do Campus do IFAC em Tarauacá no dia 16 de agosto de 2011. O reitor do IFAC, Prof. Marcelo Minghelli, o governador do Acre, Tião Viana, o deputado federal Sibá Machado e a prefeita de Tarauacá, Marilete Vitório, estavam presente na solenidade no Palácio do Planalto.

Nós sabemos a diferença que um campus de um Instituto Federal faz nos municípios. O conhecimento e a ciência não tem fronteira”, destacou a presidente Dilma. O, então, ministro da Educação, Fernando Haddad, explicou que a escolha das novas 120 unidades de Educação Profissional em todo o País foi baseada nos índices sócio-econômicos e educacionais. 

Tarauacá, município de 35 mil habitantes, fica a 400 quilômetros da capital Rio Branco. O índice de analfabetismo na região é elevado (mais de 50% da população acima de 25 anos) e não há oferta de cursos superior contínuo. 

A instalação do IFAC será um presente para nossa população carente da oferta de cursos de Educação de Jovens Adultos (Proeja), técnicos e superior que a instituição pode oferecer”, disse a Prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino. 

“Estaremos realizando uma visita técnica à região nos próximos dias para definir o local da unidade e quais os cursos que iremos oferecer. O Campus de Tarauacá vai beneficiar toda a região, sendo um dos pontos base para a implantação do Programa Acre 100%”, explicou o reitor Prof. Marcelo Minghelli. 

Hoje o Instituto Federal do Acre já está com atividades de Educação, Ciência e Tecnologia nos municípios de Rio BrancoCruzeiro do Sul,Sena MadureiraXapuri. Nos três primeiros as aulas acontecem em unidades provisórias, enquanto os campi estão em construções. Em Xapuri o prédio do Campus Avançado foi doado pelo Governo do Estado e está em projeto de implantação o Centro de Biotecnologia, que funcionará em outro local.
Ensaio - Em 2007 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já havia autorizado a instalação de uma Escola Técnica Federal do Acre. Os primeiros estudos e direcionamentos para a entidade foram traçados pelo então Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas - Cefet/AM, conforme autorização das portarias nº1065 de 13/11/2007 e nº 1201 de 12/12/2007. O diretor pro tempore da ETFAC, José Carlos Nunes de Mello, ficou encarregado de ouvir as demandas apresentadas em pesquisas e conferências organizadas pelo Instituto Dom Moacyr, instituição do Governo do Estado do Acre. 

Realidade - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre - IFAC foi criado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que sancionou a lei 11.892, de 29 de dezembro de 2008. 

Em 17 de dezembro de 2009, pela portaria nº1192, foi nomeado o administrador e educador Elias Oliveira como reitor pro tempore do IFAC. Em um ano foram realizados cinco concursos públicos e estão em construção os campi de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira. O início acadêmico do IFAC deu-se em julho de 2010 com a oferta de nove cursos com ênfase em Recursos Naturais e Ambiente, Saúde e Segurança e aproximadamente 350 alunos. 


Em 19 de novembro de 2010, pela Portaria nº 11.337, foi nomeado o novo reitor pro tempore do IFAC, Prof. Dr. Marcelo Minghelli. Em seis meses o IFAC/Campus Xapuri passou a ter sede própria, através da doação de uma escola pelo Governo do Estado e a Prefeitura de Xapuri. O banco de docentes passou de 180 para 390 e o de técnicos de 77 para 211 profissionais. As obras do IFAC em construção pelo IFAM passaram a ser diretamente supervisionadas pelo IFAC. Foi criado o Programa Servidor de Bem com a Vida, uma gestão inovadora que oferece condições de qualificação aos servidores e incentivos a plano de saúde e casa própria. No dia 22 de agosto a presidente Dilma Rousseff anunciou a criação de mais uma unidade do IFAC, o Campus Tarauacá. No segundo semestre de 2011 iniciou com o registro de 1063 alunos matriculados.

Prefeita de Tarauacá, Marlete Vitório, com o reitor e equipe do IFAC
A Prefeita de Tarauacá, Marilete Vitório, assinou o termo de compromisso para viabilizar a implantação do IFAC em Tarauacá, no dia 16 de setembro de 2011. Com o termo, o município se compromete em auxiliar a instalação da unidade com uma área de 50 hectares com infraestrutura básica de asfalto, água e luz. Para a construção do campus o investimento do Governo Federal em Tarauacá será na ordem dos R$ 20 milhões.

População de Tarauacá participou ativamente da oficina
Ouvindo a Comunidade - Representantes de instituições públicas, privadas e da sociedade organizada lotaram o auditório da Escola Estadual Dr. Djalma da Cunha Batista na tarde de sexta, participando da oficina “IFAC Ouvindo a Comunidade”. Na abertura da oficina, a prefeita de Tarauacá enfatizou o momento histórico para a região. A representante do Núcleo Estadual de Educação, Profª Francisca Aragão Leite, elogiou a missão do IFAC em “educar, inovar e interagir com a sociedade promovendo inclusão, emancipação, cidadania e desenvolvimento sustentável”. E o reitor, Prof. Marcelo Minghelli reforçou que “a educação eleva oportunidades para o indivíduo e para a sua coletividade. Os Governos Estadual e Federal estão investindo no que há de melhor no Acre: o povo. Com educação geramos oportunidades, e com elas acabamos com a pobreza e nos afirmamos como um país rico para todos”.

O agradecimento
Após a fala das autoridades, o pró-reitor de Extensão, Prof. Breno Silveira, explicou o que é o Instituto e as perspectivas da expansão de suas atividades. “Temos a meta de atender todos os municípios do Acre até 2014”, adiantou, explicando também sobre o Pronatec – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e o Emprego, projeto de lei que aguarda aprovação no Congresso e que irá impulsionar ainda mais o atendimento do IFAC. Dividido em grupos, cada setor participante deixou suas contribuições sobre as perspectivas de ofertas de cursos para Tarauacá. As sugestões serão sistematizadas e entregues ao Gabinete de Planejamento e Gestão do IFAC que irá unir os dados às estatísticas e demais informações coletadas sobre a região.


MOVIMENTO POPULAR REALIZA MANIFESTAÇÃO EM TARAUACÁ- Liderado pelo sindicato dos Trabalhadores em Educação, o Movimento em defesa de cursos superiores em Tarauacá, mobilizou estudantes, trabalhadores em educação, movimento de juventude, diversas entidades da sociedade civil organizada e realizou a maior manifestação em defesa da causa na presença de representantes do IFAC, UFAC, PARLAMENTARES FEDERAIS, GOVERNO DO ACRE, PREFEITURA E CÂMARA DE VEREADORES DE TARAUACÁ. 

movimento pelo ensino superior
Tendo a educação como foco principal, a sociedade se organizou para participar de uma grande audiência pública que debateu Ensino Superior e Técnico no município. Durante mais de um mês, um grupo de lideranças do movimento social e popular, trabalhou na organização do encontro e na mobilização da população para participar ativamente do "DIA D", em que a cidade recebeu representantes das principais instituições e dos podres públicos do Estado do Acre e do Município de Tarauacá. A luta foi em defesa da implantação de cursos de nível superior e técnico para atender a população da regional compostas pelos municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão. Os resultados começam a aparecer.

João Artur que é representante da diretoria de obras do IFAC (na época)
CONSTRUÇÃO DO CAMPUS - Depois da aquisição e da legalização do terreno, uma equipe do IFAC – Instituto Federal do Acre esteve em Tarauacá nesta terça feira(03), para realizar os primeiros trabalhos da construção do Campus do Instituto no município. Esse primeiro trabalho consiste em um levantamento topográfico para definir a malha altimétrica que se constituirá na base da obra. Uma empresa de projeto foi contratada para realizar esse levantamento, apresentar o plano para a equipe de engenharia do instituto e, se aprovado no máximo em 60 dias, começa o processo de licitação para construção do campus. João Artur que é representante da diretoria de obras do IFAC foi quem comandou a equipe, acompanhado de Janara Vasconcelos, coordenadora de infraestrutura além do topógrafo Edgar Gonçalves de Oliveira.

O dia 3 de julho de 2012 pode ser considerado o dia do início da implantação do campus o IFAC Tarauacá que irá atender também população de Jordão e Feijó. O Presidente do Sinteac, Professor Eurico Paz, um dos líderes do movimento em defesa da implantação de cursos superiores em Tarauacá, acompanhou o trabalho da equipe. “Para quem duvidou, nossa luta não está sendo em vão e devemos continuar mobilizados, que só assim os resultados começam a aparecer” comentou o presidente. 


INÍCIO DAS OBRAS - Asa obras do Instituto Federal do Acre/Câmpus Taruacá foram iniciadas as margens da BR-364 a 1.800 metros da região central do município no sentido para Cruzeiro do Sul. O terreno onde será construído o Câmpus tem 77 hectares e foi doado pelo Governo do Estado. A obra total construída pelo Governo Federal tem aproximadamente 20 mil metros quadrados e deve ser entregue em um ano.

A diretora Geral do IFAC/Câmpus Tarauacá, Fabiana Souza, já está vivendo a movimentação do novo campus desde agora. “A verdadeira ´vida´ da Instituição começa agora com os nossos primeiros alunos. Na segunda-feira, dia 31, aconteceu a aula inaugural do primeiro curso regular, o de Técnico em Finanças na modalidade subsequente e no dia 14 iniciaram as aulas da turma de Técnico de Informática para Internet, ambos totalmente gratuitos e na modalidade de Educação a Distância, sendo ministrados em nossa sede provisória localizada na Avenida de João de Paiva”, disse.

Para o segundo semestre de 2014 o IFAC tem a previsão da abertura também de uma turma do Curso Técnico de Fruticultura na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) e dois cursos superiores, de licenciatura em Pedagogia e tecnológico em Agronegócios. “Todas as decisões que tomamos foi ouvindo a comunidade local e analisando suas vocações”, explicou a diretora. O novo Campus de Tarauacá estará voltado também para o eixo tecnológico de Recursos Naturais.

Desde 2013, através de cursos de Formação Inicial e Continuada – FIC, o Instituto oferece atividades de formação profissional no município. Este ano, pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, o Campus coordena a regional de Tarauacá-Envira atendendo também as cidades de Feijó e Jordão, suas comunidades rurais e indígenas.

Placa inaugural do Campus Tarauacá é entregue em solenidade no Palácio do Planalto


O Campus Tarauacá do Instituto Federal do Acre – IFAC recebeu na manhã dessa segunda-feira, 9, em solenidade no Palácio do Planalto da presidenta da República, Dilma Rousseff, a placa inaugural, com a participação da Reitora Rosana Cavalcante dos Santos e do Diretor Geral da unidade, prof. Sérgio Guimarães da Costa Flórido.

A entrega da placa do Campus Tarauacá ocorreu juntamente com os 40 novos campi de 21 institutos federais, durante o evento “Educação – Avanços e Conquistas”. Em seu pronunciamento a presidenta Dilma Rousseff ressaltou a importância de democratizar e interiorizar o acesso à educação. “As pessoas de pequenas posses não podiam estudar ou tinham que deixar suas regiões. Tenho muito orgulho de ter criado, até hoje, 249 escolas”, destacou.

Presente na solenidade, o presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), Marcelo Bender Machado, disse que a inauguração dos novos campi é o reconhecimento do avanço da educação profissional no País. “Os institutos federais são de alcance de todos os brasileiros. É uma política educacional que está mudando o Brasil e que vive um processo de expansão, que não é apenas física, mas que transforma vidas, promove a inclusão social e forma trabalhadores de excelência”.

A Reitora Rosana Cavalcante dos Santos destacou a importância da entrega da placa inaugural que será afixada durante a inauguração oficial do Campus Tarauacá, além de enfatizar o compromisso da atual gestão em oferecer ao município de Tarauacá, um prédio com todas as condições de funcionamento. “Com a inauguração da sede própria do Campus Tarauacá daremos continuidade ao trabalho que o IFAC vem realizando no município, com a oferta de cursos que preparam profissionais para o desenvolvimento de Tarauacá”.

Do Blog do Accioly
Com informações do site do IFAC
Blog do Planalto
Blog do Sinteac

Nenhum comentário: