Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

quarta-feira, 18 de maio de 2016

prefeito de Feijó, institui plano de saneamento básico

 O prefeito Hammerly Albuquerque, de Feijó, cidade  distante 350 km de Rio Branco, sancionou a lei que  estabelece a Política de Saneamento Básico no  município. A lei de N° 710, de 13 de maio de 2016, foi  publicada na edição desta quarta-feira (18) do Diário  Oficial do Estado (DOE).
 Um dos objetivos, segundo o documento, é priorizar planos e projetos que visem à "implementação e ampliação dos serviços e ações de saneamento básico nas áreas ocupadas por populações de baixa renda". Além disso, o programa visa proporcionar também "condições adequadas de salubridade sanitária" às populações rurais.
De acordo com a lei, o projeto quer ainda minimizar os "impactos ambientais relacionados à implementação e desenvolvimento das ações, obras e serviços de saneamento básico e assegurar que sejam executadas de acordo com as normas relativas à proteção do meio ambiente, ao uso e ocupação do solo e à saúde".
O plano deve contemplar um período de 20 dias, tempo em que deve ocorrer um "diagnóstico da situação atual", estabelecimento dos "objetivos e metas de curto, médio e longo prazo" e ainda "ações para emergências e contingências'. A política deve ser avaliada anualmente e revisada a cada quatro anos.
Criação de fundo para saneamento
Ainda conforme o texto, a lei prevê a criação do Fundo Municipal de Saneamento Básico (FMSB), vinculado à Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos. "Os recursos serão aplicados exclusivamente em saneamento básico no espaço geopolítico do município", garante a diretriz do plano.
Os recursos do FMSB serão provenientes de repasses do orçamento municipal; percentuais de arrecadação de tarifas e taxas decorrentes da prestação dos serviços de captação; valores de financiamentos de instituições financeiras; valores a fundo perdido, recebidos de pessoas jurídicas; e doações e legados de qualquer ordem.
fonte g1.globo.com

Nenhum comentário: