Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sábado, 28 de maio de 2016

Lula leva título de ‘Campeão Mundial na Luta Contra Fome’ pela ONU

Brasil sedia nesta segunda Dialogo Brasil-África sobre segurança alimentar. Já receberam o mesmo prêmio Ban Ki-moon e Kofi Annan.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é condecorado pela ONU com o título de 'Campeão
Mundial na Luta Contra a Fome',no Palácio Itamaraty (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condecorado nesta segunda-feira (10) pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o título de “Campeão Mundial na Luta Contra a Fome”. O Brasil sedia nesta manhã o Diálogo Brasil-África sobre segurança alimentar, com a participação de ministros da Agricultura de países africanos e representantes da ONU.

“Lula, você deu o que há de mais importante ao povo: esperança. O Brasil alcançou todos os objetivos do milênio. (...)”, disse a diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), Josette Sheeram, antes de entregar o prêmio ao presidente. Em seu discurso, ela citou programas do governo Lula, como o Fome Zero, e destacou que a luta contra a fome pode gerar crescimento econômico.

“Programas de combate à fome são um bom negócio, criam empregos e crescimento econômico. O Brasil demonstrou ao mundo que lutar contra a fome tem um significado econômico. O Fome Zero custa menos de 2% do orçamento nacional. Além disso, a luta contra a fome tem um sentido político positivo”, disse Sheeram.

A distinção “Campeão Mundial na Luta Contra a Fome” do PMA é entregue anualmente a lideranças que se destacam em combater a falta de alimentos no mundo. Entre os ganhadores anteriores do prêmio estão Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU e Robert Zoellick, presidente do Banco Mundial.

Na abertura do Diálogo Brasil-África sobre segurança alimentar, o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, defendeu a atual política externa brasileira, que valoriza as relações com países africanos. “Tenho certeza que a cooperação entre o Brasil e a África nos tornará mais fortes e capazes de combater distorções”.

Fonte: Do G1, em Brasília

Nenhum comentário: