Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Procurador-geral e corregedora dão boas vindas a onze novos promotores de Justiça do Acre

O procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto, acompanhado pela corregedora-geral do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, recebeu nesta terça-feira, 25, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, os onze novos promotores de Justiça que ingressaram na instituição. Eles foram nomeados este mês e a posse será realizada amanhã, durante sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça.

Também estiveram presentes, o secretário-geral do MPAC, procurador Celso Jerônimo de Souza, o procurador Sammy Barbosa e os promotores- corregedores Leandro Portela e Rodrigo Curti, além do promotor Vinícius Menandro, assessor especial da PGJ.

Serão empossados os promotores Rafael Maciel, Antônio Alceste, Manuela Canuto, Kleytionne Pereira, Aurê Ribeiro, Luana Diniz, Júlio César de Medeiros, Thiago Marques, José Lucivan Nery, Vanderlei Batista e Bianca Bernardes.

Oswaldo D’Albuquerque deu as boas vindas e disse que os novos membros ingressam numa instituição reconhecida nacionalmente por sua atuação, projetos e iniciativas pioneiras, que a colocam em posição de destaque entre as demais unidades do MP brasileiro.

Também fez um relato sobre o esforço empreendido, especialmente em razão da crise financeira, para fortalecer o MP acreano, o que inclui melhorias de todas as unidades ministeriais, bem como a contratação de promotores e servidores.

Segundo ele, a chegada dos novos membros vem para fortalecer o trabalho do MPAC, principalmente nas comarcas do interior do Estado, onde passarão a atuar após a conclusão do curso de formação.

“Este é o momento em que vocês abraçam o sacerdócio que é o Ministério Público. Aqui nós exercemos um verdadeiro ministério voltado para o público, para as pessoas, principalmente para aquelas que mais precisam da nossa atuação. Estaremos sempre de mãos dadas, aqui estamos procurando fazer uma gestão compartilhada com todos”, destacou.
A corregedora-geral Kátia Rejane de Araújo também falou para os novos membros do MPAC, expondo de forma resumida o trabalho que vem desenvolvendo na Corregedoria Geral, cujo foco não é apenas fiscalizar, mas também a orientação.

Kátia Rejane lembrou que a Corregedoria acompanhará todas as fases do curso de formação, destinado a desenvolver conhecimentos e habilidades técnico-processuais, vinculados à prática funcional e atitudes, visando cumprir os deveres e funções do cargo de promotor de Justiça.

“Muitos aqui são de outros estados e sei que todos vieram trazendo o coração para esta terra. A Corregedoria estará lado a lado com vocês, ajudando no que for necessário, porque estamos todos comprometidos em fazer um bom trabalho”, acrescentou.

A capacitação está prevista na Lei Orgânica do MPAC, tendo sido estruturada e aprovada por uma resolução do Conselho Superior do Ministério Público. O programa está estruturado em quatro eixos e discorrem sobre a contextualização da realidade do Acre; conhecimento da estrutura organizacional do MPAC; ética e deontologia do Ministério Público; e atuação funcional, que vai passar pelas várias áreas temáticas do MP acreano, com foco na atividade fim. A carga horária é de 360 horas/aula.

Kelly Souza – Agência de Notícias do MPAC
Foto: Tiago Teles

Nenhum comentário: