Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Cesta básica de Rio Branco tem terceiro menor valor das capitais do país


Na capital acreana, as retrações foram conferidas no preço de três desses itens: café, manteiga e arroz – Foto: Sergio Vale

De acordo com o último relatório do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgado na quinta-feira, 6, Rio Branco apontou a cesta básica de terceiro menor valor entre as capitais brasileiras no mês de setembro.

Os dados revelam que o conjunto de alimentos básicos analisado teve comportamento diferente em todas as regiões.

Nesse sentido, 13 capitais registraram aumento e 14 tiveram redução. Antes de Rio Branco, com R$ 372,13, os menores valores ficaram por conta de Aracaju (SE), com R$ 371,30, e Natal (RN), com R$ 367,54.

No mês de agosto, o mesmo relatório apontava Rio Branco em quinto lugar no ranking dos menores valores. Em setembro, houve predominância de alta de preço do café em pó, da manteiga, do arroz e da carne bovina, na maioria das cidades.

Já na capital acreana, as retrações foram conferidas no preço de três desses itens: café, manteiga e arroz.

Houve queda também no valor do tomate, da banana e do feijão. A redução total mensal foi de R$ 1,33%.
Dieese

O Dieese foi criado pelo movimento sindical brasileiro para desenvolver pesquisas que fundamentassem as reivindicações dos trabalhadores.

Fundado em 1955, ao longo de 60 anos a instituição conquistou credibilidade nacional e internacional, sendo reconhecida como instituição de produção científica.

Entre as pesquisas desenvolvidas pelo Dieese está a Cesta Básica Nacional, que em 2016 ampliou sua abrangência e passou a pesquisar o conjunto de bens alimentícios básicos nas 27 capitais do Brasil mensalmente.

Agência Notícias do Acre

Nenhum comentário: