Contato: joaoregotk@hotmail.com -----68 99987-8418

sábado, 9 de julho de 2016

Tarauacá: Mais que uma eleição municipal

O embate pelo comando da prefeitura de Tarauacá, quarto maior colégio eleitoral do Acre, é mais que uma disputa para esta eleição que se avizinha. Também estar em jogo o comando do palácio Rio Branco em 2018. 

Tarauacá junto com os municípios vizinhos Feijó e Jordão tem mantido o destino do acreanos nas mãos petistas, ou melhor, nas mãos da família Viana. Em 2010 e 2014, Tião Viana (atual governador) foi salvo pelos votos dos tarauacaenses. 

A população da regional Tarauacá/Envira tem sido o fiel da balança na hora de sacramentar as vitórias petistas. Uma vitória dos atuais mandatários: Rodrigo e Batista, pode significar a garantia de mais um mandato em 2018, na eleição que provavelmente será a mais disputada desses 18 anos de petismo na terra de Galvez. 

O acirramento da futura disputa pelo governo torna ainda mais significante a manutenção da prefeitura de Tarauacá sobre a égide petista. Um exemplo dessa importância é que, na última eleição, a ex-deputada Perpétua Almeida (PCdoB) na disputa pelo senado venceu o Gladson Cameli (PP) apenas em dois município: Tarauacá e Jordão. Sendo que nas urnas da terra do abacaxi ela teve mais de dois mil votos afrente de seu adversário. E o Tião Viana nos dois turnos da eleição obteve mais de seis mil votos a mais que o tucano Márcio Bittar, respectivamente. De um total de dez mil que lhe garantiu o triunfo no pleito palaciano. 

Levando em conta estes fatores aqui explicitados ,podemos concluir que não somente Rodrigo e Batista farão muitos esforços para garantirem êxitos nas urnas, na qualidade de principais interessados em si manterem no poder, mas toda cúpula da FPA precisa se engajar pensando no projeto futuro e mais valioso que é o comando do Acre. 

Por Leandro Matthaus 
Blog Tarauacá Agora

Nenhum comentário: